“Serei um filho que vai trabalhar muito pelo desenvolvimento dessa cidade”, diz Rosemberg ao receber título de cidadão itabunense

Publicado: 27 de julho de 2018

RP_Itabuna

Em uma solenidade marcada por muita emoção e lembranças sobre a sua trajetória política, o deputado Rosemberg Pinto (PT) recebeu, na noite desta quinta-feira (26), o título de cidadão itabunense, cerimônia realizada no Clube AABB, em Itabuna.

A honraria foi concedida pelo vereador Aldenes Meira (PCdoB), por unanimidade, em agradecimento à luta do deputado Rosemberg no desenvolvimento do município. O evento contou com a presença de diversas autoridades locais, da região e estaduais.

O petista afirmou estar muito feliz pela homenagem, destacando a importância do título recebido, e lembrou da luta pelo desenvolvimento de Itabuna e de todo o Litoral Sul baiano.

“Itabuna é uma cidade acolhedora. Acolheu a minha família, quando meu pai veio de Buerarema, se estabeleceu aqui e, depois, se mudou para Itororó. Passo a ter um compromisso ainda maior de cuidar desta cidade. Serei um filho que vai trabalhar muito pelo desenvolvimento dela”, agradeceu o parlamentar petista.

O vereador Aldenes afirmou que Rosemberg foi um deputado que abraçou Itabuna. “Itabuna fica feliz por ter Rosemberg como filho. Ele merece esta honraria em agradecimento à sua parceria e ajuda à nossa cidade, lutando por projetos importantes que tem beneficiado toda a população”, disse o edil.

Entre os relevantes serviços prestados ao município, destaque pela luta em prol da revitalização da lavoura cacaueira na região; a luta em conjunto para construção da Barragem do Colônia, em Itapé, que vai garantir o abastecimento de água em Itabuna nos próximos 20 anos; a participação e defesa na Assembleia Legislativa da Bahia na redefinição dos limites territoriais de Itabuna, garantindo a oportunidade de novos negócios; a luta pela instalação da indústria calçadista na região, a exemplo da Penalty; e a forte articulação para a duplicação da BR-415, ligando Itabuna à Ilhéus, um sonho antigo da população itabunense, projeto que depende do Governo Federal para ter as obras iniciadas.