Rosemberg lamenta morte do artista plástico Juca Mosaicos

Publicado: 02 de dezembro de 2020

O deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) lamentou a morte do artista plástico e empresário, Jildásio dos Santos Cirqueira, 57 anos, popularmente conhecido como Juca Mosaicos, nesta quarta-feira (02).

“Desejo que Deus dê aos familiares e amigos, como eu, conforto e força para lidar com este trágico acontecimento. Recordo a última vez que estive com Juca Mosaico, no meu gabinete da Liderança do Governo, em fevereiro deste ano, em que batemos um papo, falamos de projetos e recebi dele um quadro de presente que decora meu ambiente de trabalho e que agora passa a ter um significado maior”, declarou consternado.

Pai de Luana, 25 anos, e Laura, 19 anos, o torcedor do Vitória era natural de Vera Cruz, onde foi vereador durante dois mandatos. Em Salvador, foi permissionário de um bar no Estádio Manoel Barradas – Barradão, depois migrou a atividade para o bairro do Imbuí, que conciliava com as artes plásticas.

“Juca, que em sua breve passagem pelo plano terrestre, deu vida à lugares públicos e privados com suas obras. Dono de um coração caridoso, disponibilizava seus trabalhos para doações e rifas solidárias para causas diversas; a mais recente foi em prol da compra de cestas básicas para famílias carentes afetadas pela Covid-19, doença que tragicamente causou a sua morte”, recordou Rosemberg.

Juca esteve internado durante 10 dias, após ser contaminado pelo novo coronavírus, e morreu na noite de segunda-feira (30/11). O sepultamento do torcedor rubro-negro, foi às 11 horas desta terça-feira (1º), no cemitério do Campo Santo com acesso restrito aos familiares.